The book is on the table é o que sei

É… Estou num dilema…

Acabo de fazer a matrícula para entrar num curso de inglês.

O problema? É que é um dos lugares mais conceituados da cidade (Instituto de Línguas da UEM) e, pelo que vi, é um dos mais puxados, senão o mais.

O curso tem duração total de quatro anos e meio e não sei se vou aguentar. Preciso muito de inglês, já que quase tudo que leio é em inglês, mas percebi que o “dá pra dar uma enrolada” não funciona mais.

O problema é que nos últimos anos estou um tanto relaxado – no sentido de não ligar muito – e sei que se eu entrar no curso isto deverá mudar. Será uma mudança radical.

A vantagem do lugar é que, por eu ser universitário da UEM, ganho um bom desconto, o que ajuda muito quem não tem papai rico.

E aí? Entro nessa? Um colega meu disse para eu parar de ficar desistindo das coisas. Mas funcionou tão bem nestes quase 22 anos de vida…

Pronto! Assinei o contrato.

Change. Yes, We Can! (ó meu inglês bacanudo!)

2 Comments

  1. Posted fevereiro 20, 2009 at 23:44 | Permalink

    Opa tenchi,

    Mete bronca e aproveita o curso. Você vai ver que irá precisar dele muito mais do que simplesmente no nosso mundo nerd.

  2. Posted fevereiro 22, 2009 at 0:06 | Permalink

    É Rodrigo, já sinto na pele como a falta de um bom inglês me prejudica. Não só na questão profissional, mas pelo fato de ter dificuldade para conversar com pessoas de outros países, seja em canais IRC (onde acompanho as discussões, e quando preciso perguntar alguma coisa tenho que traduzir com o google translate, o que fica algo bem porco!).

    Este ano será complicado eu me organizar. Uma pessoa normal conseguiria gerenciar seu tempo normalmente, mas tenho uma dificuldade realmente grande para isso, e acredito que já seja hora de mudar mesmo. Pela felicidade geral e o bem-estar da nação!

    Obrigado pelo comentário.

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: