O futuro que criei

Estava aqui pensando com meus botões.

As crianças são o futuro do mundo. A televisão nos ensinou isto.

Como eu já disse diversas vezes, ainda tenho esperanças no mundo. Espero que as crianças de hoje construam um futuro melhor amanhã, por mais clichê e difícil que isto seja.

Mas peraê! Faz quanto tempo que o mundo espera que suas crianças construam um futuro melhor? Ao que parece, desde sempre.
Então me veio à cabeça a seguinte questão: que futuro eu construí? Será que superei as expectativas daqueles que um dia olharam para aquela criancinha rechonchuda e disseram: “Esta criança será o futuro da humanidade”?

Que futuro eu construí?

Lutei contra a derrubada da mata amazônica?

Saí às ruas em passeatas contra alguma coisa que aflige a população? Por saúde? Por ética na política? Pelo fim da corrupção? Por salários mais justos e jornadas de trabalho mais humanas?

Superei as espectativas? Acredito que nem tenha chegado a tentar. Assim, como posso esperar daqueles pirralhos do jardim de infância e que provavelmente daqui a alguns anos ou oito anos estarão agredindo a própria professora na sala de aula?

Até quando continuaremos cometendo os mesmos erros daqueles que deixaram para a próxima geração a solução para os problemas que criamos?

– Calma filho. Espera acabar a novela.

Anúncios

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: