A genética do preconceito e a borboleta com asas de dragão

Semana legal.

Nem terminou ainda, mas acho que não posso mais esperar que venha algo de bom. Talvez.

Não gosto dessa coisa de mistureba, mas fazer o que? A gente às vezes deve fazer coisas mesmo não gostando.

O que?!! Eu amo trabalhar! rsrsr

Folha sem folha:

Não sei se eu já disse, mas eu sou viciado na Folha de São Paulo. “O que? é mais um tipo de planta, uma erva melhor que maconha?” Não. No jornal. hauahua

Eu não assino este jornal – pensando bem, a assinatura não é tão cara, e o conteúdo compensa… – , mas procuro ler todos os dias, lá na biblioteca da UEM. Na verdade acho que sou o único estudante que só entra numa biblioteca de uma universidade só para ler jormal ;-) Se não consigo ler todos os dias, tento ler todas as edições.

E terça-feira foi o dia de colocar a leitura em dia. Como a última vez que eu tinha ido à biblioteca foi na quinta passada, fiz um monte com todas as edições desde este dia.

Mas o que eu leio nestes jornais? Bem, agora vem a parte estúpida: leio só as partes de menos conteúdo. Não gosto nem da parte de política ou economia. Sou um alienado que não liga para a situação econômica, social e política do país? Sim, e com muito orgulho – menos, menos…

Leio: As tirinhas. Sei tudo o que está acontecendo no mundo das tirinhas de jornal: Aline, que há algum tempo trabalhava num sex-shop, morreu e foi para o purgatório. Faquinha foi substituído por um índio. Hagar… Hagar é o mesmo ;-). Garfieldvive tirando sarro de seu dono apaixonado.

Achei um absurdo. Desde o Meia-Oito – um decadente militante político da época da ditadura – morreu, não saiu nenhuma tira dele. Pena. E isso foi em maio.

Há tirinhas que eu não entendo. Deve ser engraçado demais para o meu senso-de-humor banal. Há tirinhas que são tão simples, mas dizem tanto… Enfim. Tirinhas de jornal.

Leio: Caderno de Informática. Vira e mexe aparece alguma citação do site br-linux.org, que demonstra o excelente trabalho que o Augusto Campos vem fazendo. Na verdade acho que o site está sendo citado demais lá. Tem jabá nessa história.. hauah

Leio: As crônicas, da sessão cotidiano, acho. Ferreira Gullar, Drauzio Varella, dentre outros. Gosto muito de seus textos. Confesso que muitas vezes nem leio o nome de quem escreveu, mas todos que escrevem lá são muito bons.

Não leio e acho uma merda: José Simão. Gosto de críticas bem-humoradas, mas quando tem fundamento e trazem algo “a mais”, culturalmente e politicamente falando. E não é isso que eu encontro nos textos do autor. “Buemba! Buemba! Esculhambaror Geral da Repúbica!”.

Leio: Ciência. Sem mais explicações.

Leio: Qualquer matéria arbitrária que me interesse: Cinema, saúde, cotidiano.

Uma matéria que teve uma repercussão bem grande foi a de um cientista – geneticista -, que disse que, por definição genérica, negros são menos inteligentes que os brancos. Embora seja uma autoridade na área, dessa vez ele falou besteira. Não vou comentar sobre a matéria, mas se você puder, pesquise e tire suas próprias conclusões.

Mas aconteceu. No jornal de quarta-feira, estava faltando metade das páginas. Sem tirinhas, sem caderno de informática. Sem crônica.

Fui falar com a moça que cuida dos jornais e revistas se o jornal havia chegado daquele jeito, ou se alguém pegou emprestado. Sem conclusão. Sem tirinhas. Crise de abstinência.

Caiu um zóio no meu Cisco.

Descobriram que a empresa mundialmente famosa Cisco sonegava impostos. Não vou condenar ninguém. os fatos devem ser apurados – dois diretores já foram presos ;-). Mas há um texto muito legal que li hoje, do Gabriel Torres, no site Clube do Hardware:

http://www.clubedohardware.com.br/blog/160

Ao contrário do que poderia-se imaginar, não é um texto criticando negativamente as ações da empresa. Nem defendendo, é claro, mas mostrando vários fatores que teriam levado a empresa a ter agido testa forma, e argumentando sobre as dificuldades que as empresas de tecnologia tem no Brasil. Vale a pena ser lido.

E a questão é que muitos acham que estes acontecimentos estão longe daqui. Que não vão interferir em nossas vidas.

Na minha talvez não, e nem na sua. Mas hoje eu perguntei para o Jayme, que é o cara que cuida de toda a parte de hardware, instalação dos computadores de usuários e servidores lá do departamento de informática da UEM, no que isso interferiria no andamento das coisas.

Ele ainda zoou da minha cara… rsr Praticamente todo o equipamento que há no departamento são da CISCO. Leve ainda em conta o fato de ser uma instituição pública e os planos que tinham de mudar toda a rede do departamento para uma gigabit. E olha que lá é um sacrifício para comprar qualquer coisa. Mês passado o servidor de e-mail “deu pau” de vez e foi uma confusão até retomar o serviço. Era professor nervoso, planos de utilizar os serviços do gmail ao invés de um e-mail próprio… Vixi… Uma confusão.

Talvez seja este uma demonstração do conhecido efeito borboleta. O problema é que muitas vezes vemos de tão longe, que acabamos confundindo as asas de um dragão com as de uma mera borboleta…

Anúncios

One Comment

  1. Posted agosto 11, 2009 at 1:34 | Permalink

    Olá, Cara,

    Estava procurando saber se alguém se manifestara quando a postura de não gostar, ou odiar, esta besta do José Simão. É um coitado! Só sabe falar mal dos outros, até do Drausio Varella ele disse que ele e o José Serra tinham cara de cheirador de crack de rodoviária! Ele criticar o Serra dá pra entender, mesmo sendo tão violento, mas o médico Draúsio V, é demais! SE ele tem algo contra o Draúsio porque não é mais explico se se comunica melhor com o seu público!
    Ridículo. Nunca mais perco meu tempo lendo este imbecil!

    Adri

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: