De Renato Russo ao maldito rm -rf…

Exatamente como eu imaginava… E ainda vindo da Rede Globo, nem sei nem como tive coragem de assistir.

Ontem à noite foi ao ar o “documentário” sobre a vida de Renato Russo da série de “documentários” intitulada “Por Toda a Minha Vida”. Em cada capítulo da série é contada a história de um grande artista brasileiro já falecido.

“85% dos jovens brasileiros, entre 15 e 19 anos,não estão indo para a escola. Eu acho isso uma tristeza. Porque eles acabam indo parar… nas forças armadas.”

Mas como eu ia dizendo, já esperava como seria o programa, vide o que fizeram com o da Elis Regina.Não sou um fã fanático – porque todo louco sempre diz isso? – do Renato. Na verdade eu não gostei muito do trabalho solo dele. Na legião era bem melhor.

“Eu não sei. Só sei uma coisa: eu adoro ser idolatrado. Me amem! Agora, as pessoas acham que eu tenho a resposta, mas eu não sei qual é a pergunta…”

Quando a legião estava no auge eu devia ter lá os meus… nove meses de idade, e ainda não estava na minha época de rebeldia – até o dia em que joguei minha chupeta do berço ;-). Na verdade estou esperando esta rebeldia até hoje, mas ela deve ter se esquecido do meu endereço… Enfim, não pude presenciar ao vivo a trajetória da banda, mas as redes de peer to peer me permitiram ouvir todas as músicas da banda, desde as mais roqueiras, até as mais depressivas, além de motivação para conhecer e ouvir todo dia, nos últimos quatro anos, essas músicas…

“Eu demorei tanto tempo pra aprender a namorar que vocês nem sabem. Com essa história de liberação sexual e tudo, só ficava no papo.”

Não estou tão interessado na vida dos integrantes da banda, mas o que fizeram no documentário foi uma grande merda. Renato Russo deve estar se batendo no túmulo – ou sei lá, suas cinzas, não sei. Não que o que quisesse ver fosse “Drogas, sexo e Rock’in Roll”, mas, poderiam fazer algo mais legal, falar das músicas, sobre os discos que não foram lançados na época, como a coletânea “Uma Outra Estação”, ou “A Tempestade” que são os discos que mais gosto. Além da história das drogas, sexo e Rock’in Roll também, ué! ;-)

“Aí sai na revista, tipo assim: ‘Renato Russo errou de propósito'”…

Agora, só não espero que inventem de fazer um destes programas com a Cássia Eller…

Acho que isso vem da minha aversão à coisas “baseadas em fatos reais”, em parte por sempre haver uma certa idealização da vida e do mundo em torno da história contada. Isso sem contar as musiquinhas que tem como função comover o ‘telespequitatô’. A atuação dos atores até que foi legal, mas a Globo deixa tudo muito novelístico…

Afinal eu não aprendi a cantar “Faroeste Caboclo” – inteirinha, de cor e salteado – assim à toa! HAUHAU

“Zé chinelão… Pode?”

Agora eu já vou indo, pois acabei de executar o comando…

$ su -c “rm -rf /usr/lib;thundeibird.old”

… de forma acidental, e terei que reinstalar todo o sistema, pois no próximo boot o slackware não vai funcionar direito…, antes que venham uns ubuntuzeiros falar: “viu?, com o Ubuntu isso não acontece” – acredite, já me falaram isso…

Observem bem o que a troca de uma barra por um ponto-e-vírgula faz… Aff… que raiva… Vou arrancar essa tecla do meu teclado…

Anúncios

One Comment

  1. Alex
    Posted setembro 7, 2010 at 11:51 | Permalink

    ô meu se tá doidão hem!!!!!!!!!!!Deva te fumado um back stragado!!!!!Ou sei lá cheirado a la escorpinita!!!!!!Nunca lí tanta besteira, de um NERD tentando ser intelectual!!!!!!!!Renato e Legião são patrimônios histórco e cultural do Brasil!!!!!

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: