Diversão Nerd

Uma vez me falaram: os caras da computação sabem ser palhaços.

Nerd é uma coisa. Estava esses dias eu, esperando o professor de algoritmos chegar, quando vejo uns caras da minha sala de divertindo chutando um HD velho. Bem velho mesmo, devia ter nem uns 400MB.

Onde já se viu isso?

Programadores piadistas:

– No editor Vim, entre em modo de comando, e digite

:h 42

Você verá a frase que vai mudar o seu mundo.

Para quem usa o Emacs:

I am the psychotherapist. Please, describe your problems. Each time
you are finished talking, type RET twice.

Why do you say that?

What do you think?

What makes you believe what do I think?

Maybe your plans have something to do with this.

I don’t understand.
É cada coisa que me aparece. E quem sabe o que quem conhece o Emacs sabe que ele foi escrito por um cara chamado Richard Stallman, que definitivamente é o cara que mais precisa de um terapeuta ;-)

– Estava esses dias compilando um programa, e como sempre, verificando as opções de compilação:

$ ./configure –help

Quando vejo, entre as opções, a seguinte:

–enable-the-force enable if you are Luke Skywalker and the force is with you [default=no]

Use se você for Luke Skywalker e a força estiver com você. ;-)

O engraçado é que, analisando o script configure, você percebe que essa opção não faz diferença alguma!

Outra:

– Execute aptitude moo (num sistema debian)

“Não existem ovos de Páscoa neste programa.”

– Ou então nos comentários das versões do Linux. Na 2.6.22.2, é o seguinte:

Holy Dancing Manatees, Batman!

O pior são as piadas que só nerd entende… Eu me sinto bem quando não as entendo.

O mundo nerd é um mundo à parte, meus caros. Entendam isso.

Anúncios

One Comment

  1. Posted dezembro 3, 2013 at 10:17 | Permalink

    quero comprar o livro e nao sei como.

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: